Vida normal em tempos de Covid-19

Desde terça-feira passada, fomos liberados para viajar por toda a Itália e para os países membros da União Europeia que fazem parte do Tratado Schengen. Aos poucos, a vida vai voltando ao normal por aqui, mas a vida normal em tempos de Covid-19 é diferente da vida normal que nós levávamos antes.
Em relação às viagens, o governo deu o sinal verde no dia 3, sobretudo para tentar salvar o turismo italiano de verão, que começa em junho. No entanto, as companhias aéreas ainda não voltaram a funcionar normalmente, são raros os voos pela Itália em junho. Para ir de Milão à Sardenha ou à Sicília, que são os lugares mais bacanas para se fazer praia na Itália, as datas são escassas e os preços, absurdos. Para viajar pela União Europeia, as passagens só estão disponíveis a partir do dia 20 de junho.

Já as lojas, as livrarias, os shoppings, os restaurantes, os salões de beleza, os bares, as padarias e as confeitarias voltaram a funcionar, nem todos e nem do jeito que estávamos acostumados: olhar os produtos com as mãos e passear pelas lojas para matar o tempo, agora implica filas, acesso limitado, medição da temperatura corporal na entrada e o uso obrigatório não só de máscaras como também de luvas. Nada de muvuca nos lugares, nada de turistas passeando pelas ruas, nada de movimento em nenhuma parte, nem na praça do duomo, nem na galeria Vittorio Emanuele.
Nos restaurantes e pizzarias, os espaços entre as cadeiras na mesma mesa são enormes, isso sem falar no tradicional cappuccino com brioche no café da manhã em Milão que agora tem fila e silêncio num balcão vazio ou embrulhado para viagem e sem sorriso.

Milão perdeu o sorriso para as máscaras que, de brancas, verdes e azuis, passaram a ser personalizadas e transformaram-se num acessório de moda.

Também faltam os abraços gostosos dos amigos. Assim como pegar os bebês dos amigos no colo, que nasceram há mais de quatro meses e só pudemos vê-los agora.

É só mais uma etapa para alcançarmos o nosso antigo normal. Cuidem-se, vai ficar tudo bem logo.

Um abraço bem apertado pra vocês.
Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *