Coronavírus: a Itália sai da quarentena

Com a diminuição dos números de infectados e mortos por causa do coronavírus, a Itália sai da quarentena e começa uma reabertura gradual das cidades.

A primeira etapa começou no dia 4 de maio com a volta do funcionamento de algumas fábricas e indústrias, a reabertura dos cemitérios, a realização de cerimônias fúnebres e a possibilidade de praticar esportes ao ar livre, de sair para passear e andar de bicicleta pelas ruas e de visitar os parentes que moram na mesma cidade.

A regra de usar máscaras e manter uma distância de um metro entre as pessoas continua valendo, mas para as pessoas que correm sozinhas, para as crianças com até seis anos de idade e para as pessoas com necessidades especiais, o uso da máscara não é obrigatório.

Os restaurantes voltaram a funcionar com serviço de takeaway e de entrega a domicílio.

A partir do dia 18 de maio, será a vez dos salões de beleza, barbeiros, cabelereiros, centros estéticos, museus, shoppings, lojas, bares e restaurantes reabrirem as portas.

No dia 25 de maio, as academias retomarão as atividades.

O turismo na Itália e entre os países da União Europeia será liberado a partir do dia 3 de junho.

Os cinemas e teatros voltarão à ativa a partir do dia 15 de junho.

As escolas e as universidades começarão em setembro, que é o início do ano letivo na Itália.Coronavírus: a Itália sai da quarentenaAinda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *