Roteiro de 2 dias em Milão

por

Um dia em Milão é pouco, dá para conhecer o basicão, mas muita coisa bacana fica de fora. Em dois dias, ainda tem muita coisa pra ver na cidade…

09:00 horas – Duomo

O cartão-postal de Milão é o duomo, a imponente catedral que levou mais de 400 anos para ser construída.

Com uma superfície interna de 11.700 metros quadrados, o duomo de Milão é a quarta maior igreja da Europa e, sem dúvida nenhuma, a mais bonita da Itália.

Três coisas que você não pode perder no duomo: no interior da catedral, num pontinho vermelho acima da abside, encontra-se um dos pregos utilizados na crucificação de Jesus;

a área arqueológica, que abrange as ruínas da igreja de Santa Tecla e o batistério de San Giovanni alle Fonti, foi onde Santo Agostinho foi batizado em 387 d.C.;

o terraço, que quase dá para tocar as milhares de estátuas, com vista para a praça do duomo, para a galeria Vittorio Emanuele, para a torre Velasca e para os arranha-céus de Porta Nuova.

Tem sempre fila para comprar as entradas, a dica é comprar o ingresso com antecedência.

Fure a fila! Compre aqui o seu bilhete para visitar a igreja e o terraço do duomo.

Duomo de Milão Duomo de Milao Duomo de Milão Duomo de Milão 10:30 minutos – Corso Vittorio Emanuele, quadrilátero da moda e café da manhã na confeitaria Marchesi da Monte Napoleone

A corso Vittorio Emanuele é o calçadão principal de Milão, que começa na praça do duomo e termina na praça San Babila com muitas lojas e a Rinascente pelo caminho.

A via Monte Napoleone, que é a porta de entrada do quadrilátero da moda e considerada uma das dez ruas de compras mais luxuosas do mundo, fica a 300 metros de San Babila.

A confeitaria Marchesi fica logo no começo da Monte Napoleone e é perfeita para uma pausa para um café (€ 1,3), uma brioche com creme (€  1,7)e uma tortinha de arroz (€ 3).

Confira as dicas de passeio guiado em Milão e faça a sua reserva aqui.

Se não quiser pagar € 5 pelo café e o dobro pela brioche e pela tortinha de arroz, coma no balcão.Confeitaria Docerias em Milão Pastelaria Docerias em MilãoComo se vestir na primavera e verão em Milão12:00 horas – Almoço na pizzaria Sorbillo

A Sorbillo fica no centro de Milão e é uma das melhores pizzarias da cidade.

Se você não quiser enfrentar filas, chegue lá ao meio-dia em ponto. Eles não aceitam reservas.
14:00 horas – Galleria Vittorio Emanuele e a praça do teatro Scala

Duas paradas obrigatórias em Milão: a histórica e luxuosa galeria Vittorio Emanuele e a praça do teatro Scala.

A galeria Vittorio Emanuele é mais um dos locais dedicados às compras de luxo em Milão e o projeto arquitetônico, extremamente inovador para a época, serviu de inspiração para a construção da torre Eiffel.

A praça do teatro Scala em Milão foi construída em 1858 e abriga três estruturas arquitetônicas de grande importância na cidade: o teatro alla Scala, a galeria Vittorio Emanuele e o palácio Marino.

No meio da praça, o destaque é a estátua de Leonardo da Vinci (1872).

Se você quiser conhecer o interior de um dos teatros mais famosos do mundo, visite o museu do Scala.

Reserve aqui a sua excursão pelo museu do teatro Scala.
Ópera e concertos de música clássica em Milão turismo arte e cultura Teatro alla Scala Milão15:00 horas – Brera

Brera é praticamente uma continuação do centro histórico e é um dos bairros mais charmosos de Milão.

Além de se perder pelas ruazinhas românticas e visitar a Pinacoteca de Brera, aproveite para tomar um sorvete e curtir o clima gostoso e tranquilo do bairro.

Tem uma sorveteria Amorino na via Fiori Chiari, 9.17:00 horas – Porta Nuova

De Brera à Porta Nuova, tem a Eataly, a badalada 10 Corso Como e muitas lojas, bares e restaurantes bacanas no meio do caminho.

Em Porta Nuova, o destaque é a torre da Unicredit na praça Gae Aulenti, que é o maior arranha-céu da Itália, e o premiado Bosco Verticale.
18:00 horas – Spritz na 10 Corso Como

A 10 Corso Como é uma loja descolada, fundada por uma ex-editora da Vogue italiana, que, além da loja-conceito, engloba um mini-hotel, uma galeria de artes, um café-bar-restaurante e uma das livrarias mais bonitas da Itália.
20:00 horas – Jantar no estrelado restaurante Alice

No último andar da Eataly, fica o restaurante Alice, comandado pela chefe de cozinha Viviana Varese.

O ambiente é elegante, tranquilo e acolhedor; o atendimento, excelente; a combinação dos pratos com os vinhos, perfeita; a comida, fantástica e os preços, mais do que justos.
Restaurante Alice em Milão Restaurante Alice em MilãoPara depois do jantar…

Tem muita balada bacana na Corso Como, confira as dicas aqui.

09:00 horas – CityLife

Imerso no segundo maior parque da cidade, o sustentável bairro CityLife engloba edifícios residenciais e arranha-céus assinados por arquitetos de peso e um shopping center, aliás, o único shopping próximo ao centro de Milão.
Roteiro de 2 dias em Milão11:00 horas – Castelo Sforzesco

Para ir do CityLife até o castelo, é só pegar o bonde 19 na praça Sei Febbraio e descer na praça Castello (Cairoli M1).

Com sete séculos de história, o castelo Sforzesco é um dos grandes símbolos de Milão.

A entrada no castelo é gratuita, se você quiser admirar a última obra-prima de Michelangelo, a Pietà Rondanini, o ingresso custa € 5.
A Pietà Rondanini de Michelangelo12:30 minutos – Almoço no restaurante Spazio Milano

O restaurante fica ao lado da galeria Vittorio Emanuele e é pilotado pelos alunos do chefe 3 estrelas Michelin, Niko Romanito.

O Spazio Milano é dedicado a novos sabores, experiências, criatividade e descobertas gastronômicas a preços muito aquém das estrelas (os pratos custam entre € 14 e € 25).
14:30 minutos – Capela Sistina de Milão e A última ceia de Leonardo da Vinci

A igreja San Maurizio fica perto do duomo, na corso Magenta, a mesma rua do Cenáculo de Da Vinci, e passa despercebida pela maior parte dos turistas.

Embora não seja sede da eleição do papa e não tenha afrescos assinados por pintores famosos como Michelangelo, a igreja San Maurizio faz jus ao título de capela Sistina de Milão.

Tour guiado pela Última Ceia, pelo Castelo Sforzesco e pela igreja San Maurizio, a Capela Sistina de Milão, você encontra aqui.

O que fazer em Milão igreja de San Maurizio no bairro Magenta Milão por BairrosUm dos pontos turísticos mais famosos (e disputados) de Milão é o Cenáculo de Leonardo da Vinci.

Construído em Milão a partir de 1463 e reformado por Bramante no final do século XV, o complexo arquitetônico de Santa Maria delle Grazie abriga, numa das paredes do antigo refeitório do convento, uma obra-prima única no mundo: A última ceia, pintada por Leonardo da Vinci entre os anos de 1495 e 1497, que deu início a uma nova era na história da arte.

A última ceia de Da Vinci representa o momento imediatamente após Cristo anunciar que será traído por um dos apóstolos.

Compre o ingresso com muita antecedência, os bilhetes são muito concorridos.

Garanta o seu ingresso para A última Ceia aqui.

Museu A Última Ceia Leonardo da Vinci em Milão A Última Ceia Leonardo Da Vinci16:30 minutos – Porta Ticinese e Navigli

A Porta Ticinese é um dos bairros mais alternativos de Milão. O comércio por ali é local. As lojas não são aquelas típicas que você encontra no centro de todas as cidades europeias como H&M, Zara, etc., são marcas bem menores, descoladas e originais.

Ao longo da caminhada, você também irá encontrar algumas opções de bares, uma cervejaria artesanal, restaurantes, pizzarias, confeitarias, muito grafite, além de duas importantes basílicas: a de San Lorenzo e a de Sant’Estorgio.

Em frente à basílica de San Lorenzo, está um dos monumentos mais antigos da cidade: as históricas colunas de San Lorenzo.
Para fechar com chave de ouro, o bairro Navigli.

Navigli é um dos bairros mais animados de Milão, o que concentra a maior quantidade de bares e o que reúne o público mais eclético.

A palavra navigli significa canais em português e o bairro, além de proporcionar a vida noturna mais movimentada da cidade, tem os canais artificiais históricos projetados por Leonardo da Vinci (entre outros engenheiros), galerias de arte alternativas, sorveterias, cervejarias, restaurantes e muitos bares.

Do Cenáculo de Da Vinci à Porta Ticinese, é um quilômetro e meio de caminhada. Na Porta Ticinese, tem o bonde número 2, que vai para Navilgi, a parada é Via Valenza Alzaia Navigli. Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *