O que fazer na Chinatown de Milão

por · 12/12/2018

Milão abriga a maior comunidade chinesa da Itália, são mais de 25.000 imigrantes e um bairro dedicado a eles: a Chinatown.

A Chinatown fica a menos de três quilômetros do duomo e a rua mais movimentada da região é a via Paolo Sarpi.

O lago de Como fica pertinho de Milão e é um dos lugares mais incríveis da Itália. Não perca a oportunidade de fazer um passeio de barco exclusivo por Varenna e Bellagio, simplesmente mágico, inesquecível. Você vai se apaixonar.

Um pouco de história: Os primeiros chineses chegaram a Milão em 1920.

As primeiras atividades comerciais desenvolvidas por eles foram a produção e o processamento da seda, que eram vendidos em atacado para grandes lojas e nas feiras que ocorriam nas redondezas da Paolo Sarpi.

Durante o período das guerras, dedicaram-se à confecção de uniformes de couro para os soldados italianos e alemães.

Na década de 1980, paralelamente ao início do processo de reestruturação econômica e a uma maior abertura aos mercados da China, a Chinatown milanesa começou a diversificar e a expandir as suas atividades com lojas de telefonia, bares, restaurantes, farmácias, centros estéticos, joalherias e supermercados.

Mesmo que você não entenda nada de pintura, não deixe de visitar o Cenáculo em Milão, A última ceia de Leonardo Da Vinci é uma obra-prima única no mundo, que deu início a uma nova era na história da arte.

O que fazer na Chinatown de Milão

Começando pelo café da manhã, a dica é a tradicional confeitaria Martesana, famosa pelo panetone e pela qualidade dos produtos, e a charmosa Pastichéri, que além do ambiente aconchegante serve brioches e tortas deliciosas.

Provavelmente, você só virá a Milão uma vez, não deixe de conhecer o terraço do duomo, que tem uma das vistas mais bonitas da cidade e quase ninguém conhece, garanto que você vai adorar.

Onde tomar café da manhã em Milão Pastelaria Pasticceria MartesanaOnde tomar café da manhã em MilãoCaminhando pela Paolo Sarpi, são inúmeras as opções de bares e restaurantes chineses. O destaque são os crepes e os raviólis feitos na hora no número 27 da Sarpi.
A Cantine Isola é praticamente uma instituição em Milão, foi fundada há mais de 100 anos e é um daqueles lugares que nunca sai de moda.

O diferencial da Cantine Isola é a excelente relação entre a qualidade e o preço dos vinhos e a variedade de rótulos disponíveis. O bar, que também funciona como loja, oferece uma grande variedade de vinhos italianos e de alguns clássicos franceses a preços mais do que justos.
Cantine Isola em Milão Cantine Isola em MilãoSe você é fã de cerveja artesanal, não deixe de conhecer a La Buttiga, uma das melhores cervejarias de Milão. Se não souber que cerveja escolher, peça uma amostra com quatro cervejas (€ 10) e escolha depois.
Na Chinatown também tem supermercado. Além do Carrefour, tem algumas opções de supermercados que vendem produtos chineses e de outras partes do mundo.
Para comprar roupas e artigos de decoração orientais, a loja mais bacana fica na esquina da Sarpi com a Bramante.
Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *