O panteão de Milão: a basílica de San Carlo al Corso

Embora esteja localizada no centro histórico, a poucos metros do duomo, a basílica de San Carlo al Corso é pouco conhecida pelos turistas.

A basílica San Carlo al corso, projetada pelo arquiteto Carlo Amati, começou a ser construída em 1839 e foi inspirada no panteão de Roma, desde a grande cúpula até as colunas que precedem a basílica, passando pelo corpo da igreja, pelo desenho do piso e pelas duas êxedras internas.

O lago de Como fica pertinho de Milão e é um dos lugares mais incríveis da Itália. Não perca a oportunidade de fazer um passeio de barco exclusivo por Varenna e Bellagio, simplesmente mágico, inesquecível. Você vai se apaixonar.

Um pouco de história: a basílica de San Carlo al Corso (1847), edificada no lugar da igreja Santa Maria dei servi (1317), é considerada como a obra conclusiva do neoclassicismo não só em Milão, como também em todo o resto da Itália.

A igreja Santa Maria dei servi foi demolida para dar lugar a um novo templo dedicado a San Carlo Borromeo.
A imponência e a monumentalidade destacam-se na decoração interna: 17 estátuas de profetas dispostas ao redor da cúpula, 10 estátuas de apóstolos na abside, 40 santos ambrosianos em cima das colunas ao redor da cúpula, 10 baixos-relevos narrando a história de San Carlo, 6 doutores da igreja e da virtude.

Provavelmente, você só virá a Milão uma vez, não deixe de conhecer o terraço do duomo, que tem uma das vistas mais bonitas da cidade e quase ninguém conhece, garanto que você vai adorar.

A iconografia traça um percurso preciso simbólico e teológico. Os profetas e evangelistas representam a salvação na revelação; os apóstolos, pastores e doutores designam os três mistérios nos quais a igreja universal se apoia; os santos ambrosianos evidenciam a especificidade da igreja ambrosiana. O conjunto revela o importante desenvolvimento do culto aos santos na época da Restauração.

A San Carlo conta com uma centena de obras artísticas junto às linhas circulares e às numerosas colunas que transmitem de maneira exemplar o espírito e o critério estético do neoclassicismo.

O campanário da basílica, com 84 metros, é o mais alto da cidade.

Mesmo que você não entenda nada de pintura, não deixe de visitar o Cenáculo em Milão, A última ceia de Leonardo Da Vinci é uma obra-prima única no mundo, que deu início a uma nova era na história da arte.

Horário de funcionamento: diariamente das 7:30 min. às 12:00 h. e das 16:00 h. às 20:00 horas.
Endereço: Corso Giacomo Matteoti, 14.
Metrô: linha vermelha, estação San Babila.
Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *