O cigarro na Itália

por

Quando os meus amigos brasileiros não fumantes vêm me visitar em Milão, sempre comentam que os italianos fumam muito. Eu tive essa mesma impressão quando saí do Brasil e fui morar em Lisboa, mas na Itália não, talvez porque já estivesse acostumada com o ritmo português.

Em relação ao Brasil (10,8%), a porcentagem de fumantes na Itália é alta, corresponde a 21% da população, mas em comparação com o resto da Europa (26%), está abaixo da média.
O cigarro na ItáliaEm 1990, um a cada três italianos fumava.

Em 2003, foi aprovada a lei Sirchia, proibindo fumar nos espaços públicos fechados, que entrou em vigor em janeiro de 2005.

De 2003 a 2016, a porcentagem de fumantes na Itália caiu de quase 30% para 21%. Ainda assim, são mais de 11 milhões de italianos que fumam atualmente.

Em fevereiro deste ano, foram impostas novas regras antifumo como a proibição de fumar nas áreas externas dos hospitais e no carro com crianças ou mulheres grávidas, a aplicação de multas aos estabelecimentos que vendem cigarro aos menores de 18 anos e aos fumantes que jogam bituca no chão, e a obrigatoriedade de advertências (textos e imagens) nas embalagens de cigarro.

Com menos regras e proibições, o que vêm ganhando espaço por aqui, inclusive na mídia, são os cigarros eletrônicos. Agora o negócio é esperar novas pesquisas com os resultados dos efeitos do cigarro eletrônico (a longo prazo) na saúde das pessoas.
O cowboy mudou, mas o filme parece o mesmo…

Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.


Booking.com

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *