Mostras e espetáculos na Expo Milão 2015

Os eventos da Expo Milão 2015 não ocorrerão só no espaço expositivo de Rho, haverá mostras e espetáculos em diversos pontos da cidade, sendo grande parte desses eventos exclusivos, disponíveis apenas durante o período da Expo.
Os museus terão o horário estendido, funcionarão até às 23:30 minutos.
O teatro alla Scala, um dos teatros mais famosos do mundo, não fechará as portas no verão, do dia 1º de maio ao dia 31 de outubro, abrirá todos os dias com espetáculos de balé, óperas e concertos.
O Piccolo teatro, o segundo maior teatro de Milão, também oferecerá uma programação especial para esse período.
O Palácio Reale será palco das mostras de Giotto e Leonardo da Vinci com o famoso Homem Vitruviano, que faz parte da coleção das Gallerie dell’Accademia de Veneza e que só é exposto por um breve período de tempo a cada 2 anos.

Imagem: gallerieaccademia.org

Imagem: gallerieaccademia.org

O diálogo entre o Quarto Stato do italiano Pellizza Volpedo e a Guernica do espanhol Pablo Picasso estará disponível na sala delle Cariatidi do Palácio Reale.

Imagem: pablopicasso.org

Imagem: pablopicasso.org

A casa-museu Bagatti Valsecchi exporá pela primeira vez a Bella Principessa, obra atribuída a Leonardo da Vinci em 2011, assim como espera expor o tríptico completo de Antonello da Messina, dividido entre o castelo Sforzesco e a Galleria degli Uffizi de Florença.

Imagem: it.wikepedia.org

Imagem: it.wikepedia.org

A igreja Santa Maria delle grazie, que abriga A última ceia de Leonardo da Vinci, contará com a exposição de algumas obras de Bramante, entre elas, o Cristo alla colonna.

Imagem: leonardoamilano.org

Imagem: leonardoamilano.org

A perspectiva ilusória da abside da igreja Santa Maria presso San Satiro, uma das obras-primas de Bramante, entra no percurso dedicado ao arquiteto.
O Palácio Litta apresentará as coleções Terruzzi, Cavallini-Sgarbi, do Palazzo Rospigliosi e a coleção de pinturas do mestre veneziano do rococó, Antonio Pellegrini.
No Castelo Sforzesco, um dos símbolos arquitetônicos da cidade, encontra-se a Pietà Rondanini, último trabalho de Michelangelo, um dos mais emocionantes realizados pelo escultor, na época octogenário.

Museu de Arte Antiga - Pietà Rondanini

As obras de Caravaggio e Raffaello dividem-se entre a Pinacoteca Ambrosiana e a Pinacoteca de Brera.
O museu del Novecento propõe um percurso futurista com obras de Umberto Boccioni, Giacomo Balla, Carlo Carrà, Ardengo Soffici, Mario Sironi, Achille Funi e Gino Severini.
No palácio Clerici, os destaques ficam por conta dos afrescos de Tiepolo na galleria degli Arazzi e da mostra I colori dei disegni, que será realizada na sala delle colonne.
O palácio Morando será dedicado ao escritor francês Sthendal e a casa-museu Alessandro Manzoni, a Sthendal e Manzoni.
O teatro Franco Parenti abrigará as mostras de De Chirico e Savinio.
Vale ressaltar que a casa-museu Boschi di Stefano dispõe de algumas belas obras de De Chirico.

Casa-museu Boschi di Stefano

5 Responses

  1. lais albergaria disse:

    Estou chegando em Milão dia 24/10 e gostaria de saber a programação da ultima semana da expo.

  1. 21/03/2015

    […] Durante todo o evento, os pavilhões expositivos e a cidade de Milão contarão com eventos artísticos, musicais, espetáculos, laboratórios criativos e mostras culturais. […]

  2. 22/03/2015

    […] Durante todo o evento, os pavilhões expositivos e a cidade de Milão contarão com eventos artísticos, musicais, espetáculos, laboratórios criativos e mostras culturais. […]

  3. 12/07/2015

    […] relação multifacetada entre a comida e a arte, sendo o único pavilhão da exposição fora da zona da Expo. A mostra, projetada por Germano Celant, concentra-se na pluralidade de linguagens visuais e […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.