Bonde em Milão

por

Assim como o duomo, o panetone e o Cenáculo de Leonardo da Vinci, o bonde faz parte da história de Milão. Não tem nada mais gostoso do que conhecer a cidade a bordo dos charmosos bondinhos.

Ainda sem hotel em Milão? Confira as ofertas aqui.
Um pouco de história: a primeira linha, que fazia o percurso de Milão a Monza, foi inaugurada em 1876. Naquela época, o bonde era puxado por cavalos.

No ano seguinte, começou a funcionar a linha Milão-Saronno, que saía do Arco da Paz, atrás do castelo Sforzesco, com destino a Saronno.

Alguns anos mais tarde, a tração animal foi substituída pela tração a vapor e, em 1892, Milão teve o seu primeiro bonde elétrico, experimental, fazendo o trajeto da praça do duomo até a corso Sempione.

Confira as dicas de passeio guiado em Milão e faça a sua reserva aqui.

O projeto deu certo e no dia 2 de novembro de 1893, foi, oficialmente, inaugurado, o serviço de bonde elétrico na cidade, com apenas uma linha, que percorria os três quilômetros que separam a majestosa catedral do Arco da Paz.

Hoje, a rede de bondes de Milão é a maior da Itália. São 17 linhas que circulam pelos 115 quilômetros de rede.
Dicas: dos quinhentos e dois bondes construídos entre 1928 e 1932, cento e sessenta e três ainda estão em circulação. Sem dúvida nenhuma, são os mais charmosos: feitos em madeira, com luminárias e bancos que remetem a outros tempos. Tempos mais tranquilos e extremamente românticos.

Os bondes novos são funcionais, sobretudo para mães com carrinho de bebê e cadeirantes. Entrar nos bondes antigos com carrinho de bebê não é fácil se você estiver sozinho ou se o carrinho for grande. Com cadeira de rodas é impossível.

Horário: as linhas têm horários diferentes, começam a funcionar entre às 4:30 min. e às 6:00 h. e vão até à uma ou duas e meia da manhã.

Preço: o bilhete do bonde é o mesmo do metrô e do ônibus. Custa € 1,5 e é válido durante 90 minutos a partir da validação e para uma viagem de metrô.

Linhas: as linhas que conectam os principais pontos turísticos de Milão, você encontra aqui.Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Artigos relacionados:

1 Comentário

  1. 26/07/2018

    […] da Porta Ticinese não chega a um quilômetro e meio, que pode ser feito a bordo dos charmosos bondes milaneses ou (de preferência) a […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *