A estátua do Pinóquio em Milão

por · 21/10/2014

A estátua do Pinóquio foi inaugurada na Corso Independenza no dia 19 de maio de 1956.

A escultura, obra de Attilio Fagioli, representa a versão humana do Pinóquio, que observa satisfeito a marionete de Gepeto, sem vida, no chão.

Uma inscrição, feita pelo poeta Antonio Negri, idealizador do projeto, explica o significado da obra: “Como eu era ridículo quando era uma marionete. E tu que me olhas, tens certeza de que já domaste a marionete que há dentro de ti?”

Em suma, a estátua representaria a passagem simbólica da infância à idade adulta.

Afora as interpretações, o importante é que, depois de mais de 20 anos de abandono, a estátua foi restaurada e reinaugurada no dia 18 de dezembro de 2013.

Você vai se apaixonar pelo Lago de Como. A dica é fazer  o passeio de barco e conhecer Varenna e Bellagio, simplesmente mágico, inesquecível. Não perca esta oportunidade.

Um pouco de história: o boneco Pinóquio foi criado pelo jornalista italiano Carlo Collodi entre os anos de 1881 e 1883.

Pinóquio é um boneco de madeira, feito por um velho marceneiro chamado Gepeto, que ganha vida através da varinha mágica da fada azul. Todas as vezes que Pinóquio mente, o seu nariz aumenta de tamanho e só volta ao formato original quando ele diz a verdade.

Carlo Collodi nasceu em Florença no ano de 1826. Trabalhou como vendedor de livros, jornalista, tradutor e escritor. Morreu em outubro de 1890.

Provavelmente, você só virá a Milão uma vez, não deixe de conhecer o terraço do duomo, garanto que você vai adorar.

Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *