5 Museus que você tem que conhecer em Milão

Em Milão, você vai encontrar todo o tipo de museu como o museu do cinema (MIC), o museu da moda (Armani Silos), o museu para crianças (MUBA), o museu do design (Triennale), o museu da história em quadrinhos (WOW Spazio Fumetto), as casas-museus, além de inúmeros museus interessantes.

Na minha opinião, esses são os 5 museus que você tem que conhecer em Milão:

Provavelmente, você só virá a Milão uma vez, não deixe de conhecer o terraço do duomo, que tem uma das vistas mais bonitas da cidade e quase ninguém conhece, garanto que você vai adorar.

5 Museus que você tem que conhecer em Milão5 Museus que você tem que conhecer em Milão1. Cenáculo de Leonardo da Vinci

Uma das grandes atrações de Milão é A última ceia de Leonardo da Vinci, patrimônio da Unesco, que fica no complexo Santa Maria delle Grazie.

A última ceia é uma realização artística única de notável valor universal que influenciou não só o desenvolvimento de um tema iconográfico, como também todo o desenvolvimento da pintura no mundo todo.

Foi uma das primeiras pinturas clássicas a ter como foco um momento curto e preciso e, passados cinco séculos, é uma das pinturas mais reproduzidas e copiadas no mundo.

Mesmo que você não entenda nada de pintura, não deixe de visitar o Cenáculo em Milão, A última ceia de Leonardo Da Vinci é uma obra-prima única no mundo, que deu início a uma nova era na história da arte.

5 Museus que você tem que conhecer em Milão 5 Museus que você tem que conhecer em Milão Museu A Última Ceia Leonardo da Vinci em Milão2. Pinacoteca Ambrosiana

O percurso expositivo da Pinacoteca Ambrosiana estende-se ao longo de 24 salas, onde é possível admirar algumas das mais extraordinárias obras-primas de todos os tempos como o Retrato de um músico de Leonardo da Vinci, o Cesto de frutas de Caravaggio, oBuquê de Jan Brueghel, o San Giovanni Battista de Gian Giacomo Caprotti, o desenho A escola de Atenas de Raffaello Sanzio e o Código Atlântico de Leonardo da Vinci.

O Código Atlântico é um livro de 1119 páginas com a maior e a mais importante coleção de desenhos, projetos, estudos e anotações de Leonardo da Vinci sobre engenharia, hidráulica, arquitetura, mecânica, urbanismo, ciência e tecnologia, escritos entre 1478 e 1519, o ano de sua morte.

A escola de Atenas, com quase três metros de altura e oito de comprimento, é o maior e o mais importante esboço renascentista: Raffaello Sanzio fez o desenho para se preparar para começar a pintar a Stanza della Segnatura no Vaticano. 
5 Museus que você tem que conhecer em Milão 5 Museus que você tem que conhecer em Milão 3. Pinacoteca di Brera

A Pinacoteca di Brera abriga obras de arte, italiana e estrangeira do século XIII ao XX, de grande valor artístico como o Cristo Morto de Mantegna, Pietà e Predica di San Marco de Bellini, Miracolo di San Marco de Tintoretto, Rissa in galleria de Boccioni, L’enfant gras de Modigliani, Sposalizio della Vergine de Raffaello, Pala Montefeltro de Piero della Francesca, Cena in Emmaus de Caravaggio e Il bacio de Hayez.

O lago de Como fica pertinho de Milão e é um dos lugares mais incríveis da Itália. Não perca a oportunidade de fazer um passeio de barco exclusivo por Varenna e Bellagio, simplesmente mágico, inesquecível. Você vai se apaixonar.

Arte e cultura em Milão Blog de viagem Cena in Emmaus Caravaggio Pinacoteca de Brera Museus Cultura e Arte em Milão Il bacio Hayez Pinacoteca de Brera Museus em Milão Rissa in galleria Boccioni Pinacoteca de Brera Cultura a arte em Milão Predica di San Marco Bellini Pinacoteca de Brera4. Museu Nazionale della scienza e della tecnologia Leonardo da Vinci

Com 50.000 metros quadrados o museu nacional da ciência e tecnologia Leonardo da Vinci é o maior museu técnico-científico da Itália.

A coleção do museu abrange 16.000 bens históricos que representam a história da ciência, da tecnologia e da indústria italiana do século XIX aos dias de hoje.

O museu tem a maior coleção do mundo de máquinas feitas com base nos desenhos de Leonardo da Vinci.
5. Museu Pietà Rondanini

A Pietà Rondanini foi o último trabalho de Michelangelo, um dos mais emocionantes realizados pelo escultor, na época octogenário, que seria colocado na sua sepultura.

A obra, como vemos hoje, é a reelaboração de uma ideia que começou em 1552: o contorno das pernas de Jesus, o braço direito afastado do corpo e o esboço de um rosto de uma outra pessoa.

Em 1955, Michelangelo modificou radicalmente o projeto: as figuras assumiram uma forma alongada unindo-se de forma comovente.

A escultura representa a cena da deposição da cruz, com Jesus sendo amparado pela mãe numa posição vertical insólita.

Como a obra não foi finalizada, é possível ver os outros esboços feitos por Michelangelo no mármore: um braço esquerdo de Jesus e um perfil com um olho, uma sobrancelha e o começo de um nariz no lado direito do véu de Maria.
Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *