Compras em Milão Quadrilátero da moda

Quadrilátero da moda
by · 07/05/2014

Milão é a capital italiana da moda e reúne lojas de grandes estilistas e joalherias renomadas no exclusivo quadrilátero do ouro, delimitado pelas vias Monte Napoleone, Alessandro Manzoni, della Spiga e pela corso Venezia.
A porta de entrada do quadrilátero da moda é a via Monte Napoleone, considerada uma das dez ruas de compras mais luxuosas do mundo e, embora as ruas não sejam muito longas, a quantidade de lojas concentradas por ali é enorme.
Ferragamo Ferrari Valentino Lojas Milão Italian StyleQue grandes nomes são esses? Cartier, Jaeger-Le Coultre, Valentino, Gucci, Prada, Fendi, Salvatore Ferragamo, Emilio Pucci, Louis Vuitton, Ermenegildo Zegna, Armani, Chanel, Dolce & Gabbana, Versace, Moschino, Kenzo, Yves Saint Laurent, Roberto Cavalli, Hermès, Christian Dior, Bottega Veneta, Burberry, Ralph Lauren, Lanvin, Michael Kors, entre muitos outros.

Por falar em Versace, Moschino e Zegna… em italiano a letra c tem som de tch, ou seja, não se diz Versasse, mas Versatche. Em contrapartida, o dígrafo ch tem som de k, logo, a pronúncia correta é Moskino, não Moxino. Para finalizar, a combinação gn corresponde ao som do nosso nh, assim, o correto é Zênha e não Zéguina, ok? 

Percurso quadrilátero da moda em Milão e lojas

Percurso quadrilátero da moda em Milão e lojas

Um pouco de história: desde a Idade Média até o começo do século XVIII, a atual via Monte Napoleone chamava-se Contrada di Sant’Andrea e era uma espécie de fronteira urbana, uma região de conventos e mosteiros com grandes hortas.

No final do século XVIII e no início do século XIX, os aristocratas, que juntamente com o clero representavam apenas 9% da população, mas eram proprietários de dois terços das terras milanesas, invadiram a região desalojando freiras e monges e transformando as hortas em jardins públicos.

O nome Contrada di Sant’Andrea foi substituído por Monte di Santa Teresa em 1872, quando a imperatriz Maria Teresa da Áustria ordenou a abertura de uma loja de penhores no número 12 da rua Contrada. A loja de penhores fechou doze anos depois, mas foi reaberta por Napoleão Bonaparte. Em sua homenagem, a casa de penhores e a rua mudaram de nome mais uma vez.

No século XIX, a via Monte Napoleone recebeu muitas famílias ricas e alguns personagens milaneses ilustres como o escritor Carlo Porta e o poeta Tommaso Grossi. Também reza a lenda que Giuseppe Verdi compôs Nabucco ali.

A partir dos anos 50, a via Monte Napoleone impôs-se como uma das ruas de compras mais importantes do mundo.
Hoje caracteriza-se pela presença massiva de marcas de grande prestígio, responsáveis por cerca de 12% do PIB total de Milão.

>>> Reserve o seu hotel no quadrilátero da moda de Milão aqui.
Onde-fazer-compras-em-Milão-Via-Monte-NapoleoneAinda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.


Booking.com

Autor: Simone Betoni

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *