Pontos turísticos em Milão

by · 12/11/2017

Se você está programando uma viagem para Milão, não deixe de conferir a lista completa dos pontos turísticos da cidade, que vai desde as principais atrações do centro histórico até os lugares que foram inaugurados há pouco tempo por aqui.

Duomo

Com 11.700 metros quadrados, a imponente catedral de Milão é um dos símbolos mais famosos da Itália.

A igreja, dedicada à Santa Maria Nascente, levou mais de 400 anos para ser construída.
Praça do duomo

O centro de Milão gira ao redor da praça do duomo, que é a praça principal da cidade.

A maior parte dos pontos turísticos concentra-se no centro histórico.
Na praça do duomo, além da catedral, estão o Palazzo Reale, o Museo del Novecento, a Galleria Vittorio Emanuele e a Rinascente.
Galleria Vittorio Emanuele

A galeria Vittorio Emanuele, que conecta o duomo ao teatro Scala, foi construída na segunda metade do século XIX.

Pela primeira vez na Itália, o ferro e o vidro foram utilizados como material de construção.

Além da bela arquitetura, a galeria abriga lojas de marcas renomadas, cafeterias e restaurantes históricos.
Teatro Scala

A casa de Rossini, Bellini, Donizetti e Verdi talvez seja o teatro de ópera mais famoso de todo o mundo. Se não for o mais famoso, é um dos mais bonitos e badalados de sempre.Teatro alla Scala turismo de arte e cultura em MilãoPraça Scala

Atravessando a galeria Vittorio Emanuele em linha reta, a saída é na praça do teatro Scala.

A praça, rodeada pela galeria, pelo teatro e pelo palácio Marino, tem uma estátua em homenagem a Leonardo da Vinci no centro.

Ao lado da praça, tem mais um museu: Gallerie d’Italia.
Pinacoteca Ambrosiana

A Pinacoteca Ambrosiana tem uma das coleções históricas mais completas e mais antigas do mundo. Destacam-se: Il Musico de Leonardo, La Canestra di frutta de Caravaggio, Il Ritratto di dama de Giovanni Ambrogio De Predis, La Madonna del padiglione de Botticelli, Il Presepe de Barocci, L’Adorazione dei magi de Tiziano, La Sacra Famiglia de Bernardino Luini, Il Fuoco e L’Acqua de Brueghel.San Bernardino alle Ossa

A igreja San Bernardino não é propriamente bonita, é diferente, completamente diferente de todas as outras igrejas de Milão.

Atravessando um corredor, que fica a poucos passos da porta de entrada, à direita, você encontrará a capela do ossário, uma pequena capela forrada, ou melhor, decorada com crânios e ossos humanos.
San Maurizio al Monastero Maggiore

A fachada da igreja é bem simples, mas o interior dela, coberto de afrescos, é simplesmente deslumbrante e, embora não seja sede da eleição do papa e não tenha afrescos assinados por pintores famosos como Michelangelo, faz jus ao título de capela Sistina de Milão.A Última ceia de Leonardo da Vinci

A grande obra-prima de Milão, que deu início a uma nova era na história da arte, é A última ceia de Leonardo da Vinci, pintada na parede do refeitório do antigo convento de Santa Maria delle Grazie.

A última ceia é atemporal, é uma realização artística única de notável valor universal que influenciou não só o desenvolvimento de um tema iconográfico, como também todo o desenvolvimento da pintura.A Última Ceia Leonardo Da VinciCityLife Milano

Imerso no segundo maior parque da cidade, o sustentável bairro CityLife engloba edifícios residenciais, escritórios e shopping center, aliás, o único shopping próximo ao centro de Milão.
Brera

O bairro Brera é, praticamente, uma continuação do centro histórico.

Além das ruazinhas encantadoras, das lojas, dos inúmeros bares e restaurantes, abriga a famosa Pinacoteca de Brera, que conserva uma das maiores coleções de pintura da Itália, sobretudo da escola lombarda e veneziana dos séculos XV e XVI.
Castello Sforzesco

Com sete séculos de história, o castelo Sforzesco é um dos monumentos mais importantes de Milão.

Além do edifício imponente, tem vários museus no castelo, entre eles, o Pietà Rondanini, com a última obra de Michelangelo.castelo Sforzesco de MilãoParque Sempione

Com 386.000 quadrados, é o segundo maior parque de Milão e fica atrás de um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, o castelo Sforzesco.

O parque Sempione é o lugar ideal para descansar, correr, andar de bicicleta ou fazer piquenique.
Porta Nuova

Porta Nuova é um dos bairros mais novos de Milão, abriga o maior arranha-céu da Itália, o premiado bosque vertical, a moderna praça Gae Aulenti, a badalada loja-conceito 10 Corso Como, uma loja da Eataly e várias opções de baladas.
Isola

Embora fique perto do centro de Milão, atrás do bairro Porta Nuova, a Isola (ilha) não é muito frequentada por turistas.

O movimento começa por ali no final da tarde, é um lugar bacana para fazer aperitivo e jantar fora do circuito turístico.Vida noturna de Milão Bares e Restaurantes de MilãoChinatown

A Chinatown milanesa é bem pequeninha, mas é uma graça. A rua principal é a via Paolo Sarpi, onde estão concentrados a maior parte dos restaurantes, das lojas e das confeitarias.O que visitar em MilãoSanta Maria presso San Satiro

Obra-prima do Renascimento milanês, o destaque da igreja Santa Maria presso San Satiro é o presbitério de Bramante, que simula uma profundidade inexistente através da perspectiva ilusória do coro, uma das mais modernas e geniais soluções perspectivas do início do Renascimento.
Igrejas em Milão As melhores igrejas de Milão ItáliaNavigli

Com galerias de arte, lojas de artesanato, livrarias, sebos, prédios antigos e pontes, Navigli é um dos bairros mais animados de Milão.

Navigli é o bairro dos canais, exala charme e proporciona uma vida noturna pra lá de badalada.
Aperitivo

Uma das coisas mais típicas de Milão é o aperitivo, a versão italiana do happy hour brasileiro. E um dos bairros mais bacanas para se fazer um aperitivo é Navigli. Em Navigli tudo gira em torno dos canais e não há nada melhor do que tomar um spritz, jogando conversa fora, com os canais de pano de fundo.Onde fazer aperitivo em MilãoQuadrilátero da moda

Milão é a capital da moda e tem uma das ruas de compras mais luxuosas do mundo, que é a via Monte Napoleone.

O quadrilátero da moda reúne lojas de grandes estilistas e joalherias renomadas e é delimitado pelas vias Monte Napoleone, Alessandro Manzoni, della Spiga e pela corso Venezia.Como se vestir na primavera e verão em MilãoEstádio San Siro

O San Siro foi o primeiro museu italiano a funcionar em um estádio e conta a história das duas equipes milanesas através de uma coleção única: camisas históricas, taças e troféus, chuteiras, objetos de arte e lembranças de todos os tipos que entraram na lenda do futebol mundial e, sobretudo, no coração dos torcedores.

A visita ao museu inclui um passeio pelo estádio San Siro com acesso ao percurso dos jogadores, que vai da zona mista, passando pelos vestiários, até à travessia do túnel de entrada dos jogadores em campo, com direito a uma pausa para tirar fotos do estádio nas arquibancadas.Estádio Ac Milan e Inter de Milão Excursão em ônibus panorâmicoAinda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.

Booking.com

Artigos relacionados:

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *