O que fazer em Parma na Itália

by · 27/03/2016

Nossa viagem a Parma foi com o objetivo de visitar uma queijaria de parmigiano. Como o processo de fabricação do queijo começa às oito da manhã e nós não estávamos a fim de pegar estrada muito cedo, chegamos um dia antes e dormimos lá. Vale a pena, a cidade é uma graça, a gastronomia é incrível e, de quebra, tem um outlet muito bacana no caminho.
O que fazer em Parma ItáliaComo ir de Milão a Parma: de Milão a Parma de carro são, aproximadamente, 130 quilômetros e € 9 de pedágio.
Os bilhetes de trem custam entre € 9 e € 23 (ida), dependendo da antecedência com que forem comprados, e o trajeto dura em torno de uma hora e meia.
A estação de Parma fica a 1 quilômetro do centro da cidade.

Um pouco de história: Parma já era habitada no período Paleolítico inferior, mas foi, oficialmente, fundada pelos romanos em 183 a.C..
Em 569 foi conquistada pelos Longobardos, que deram início à construção de castelos e albergues para hospedar os peregrinos.
No século IX, recebeu diversos núcleos monásticos, prevalentemente beneditinos, que começaram a cultivar as terras agrícolas.
Após inúmeros conflitos entre a igreja e o imperador, Parma foi governada pelos Visconti e pelos Sforza.
De 1500 a 1521, esteve nas mãos dos franceses.
Sob o domínio da família Farnese por quase dois séculos (1545-1731), transformou-se numa cidade rica de monumentos e obras de arte.
Entre 1816 e 1847, foi governada por Maria Luísa de Áustria, a segunda esposa do Napoleão Bonaparte.
Em 1860, Parma foi incorporada ao Reino da Itália.

O que fazer em Parma: a caminho do hotel, passamos pelo palácio della Pilotta, construído no final do século XVI para abrigar a pinacoteca e a biblioteca da família Farnese.
O palácio della Pilotta engloba algumas das mais importantes instituições da cidade como a biblioteca Palatina, o museu arqueológico nacional, a galeria nacional, o museu Bodoniano, o teatro Farnese e a academia de Belas Artes.
Como o tempo era curto, optamos por visitar a galeria nacional e o teatro Farnese (€ 6).
O que ver em ParmaO percurso da galeria começa no teatro Farnese, todo de madeira, construído em apenas um ano (1617-1618) e inaugurado durante as comemorações do casamento da duquesa Margarida de Médici com Eduardo Farnésio em 1628.
Após a inauguração, o teatro só voltou a ser reaberto duas vezes, uma em 1732 e outra em 1913.
Em maio de 1944, foi destruído pelos bombardeamentos sofridos pelo grupo dos Aliados durante a Segunda Guerra Mundial.
Foi reconstruído entre os anos de 1956 e 1965 respeitando o projeto e os materiais originais.
O que ver em Parma Itália Saindo do teatro, o percurso expositivo da galeria nacional abrange as obras de Benedetto Antelami, Agnolo Gaddi, Beato Angelico, Cima da Conegliano, Francesco Francia, Leonardo, Correggio, Parmigianino, Dosso Dossi, Holbein, El Greco, Annibale, Ludovico e Agostino Carracci, Schedoni, Guercino, Nuvolone, G.M.Crespi, Tiepolo, Piazzetta, Pittoni, Canaletto, Bellotto e Sebastiano Ricci.
O que visitar em Parma ItáliaA menos de cem metros do palácio della Pilotta, encontra-se o convento beneditino feminino de São Paulo e o famoso quarto de São Paulo (€ 2), uma das grandes obras-primas do Renascimento italiano.
Os afrescos do quarto de São Paulo foram feitos por Alessandro Araldi em 1514 e alternam episódios da história antiga com cenas do Velho e do Novo Testamento.
Turismo em Parma ItáliaNa entrada do convento, chama a atenção A última Ceia (1516) de Araldi, baseada no cenáculo de Leonardo da Vinci.
Parma Itália Arte cultura em Parma A catedral de Parma, que engloba o batistério, o palácio episcopal e o museu diocesano, fica a menos de quinhentos metros do convento.
Pontos turísticos Parma ItáliaDa praça do duomo à praça Giuseppe Garibaldi é um pulo. A praça Garibaldi é o centro administrativo da cidade, abriga o palácio da prefeitura e o palácio do governador e tem muito bar e restaurante bacana ali por perto.
Turismo em Parma ItáliaNossa primeira parada foi na Enoteca Tabarro na Luigi Carlo Farini e dali fomos experimentar a famosa carne de cavalo da Osteria dello Zingaro na Borgo del Correggio.
Presunto de Parma Queijo Parmigiano Gastronomia em Parma Itália Restaurantes em Parma Enogastronomia em Parma Itália Gastronomia em Parma: conhecida pelo queijo parmigiano, pelo presunto e pelo vinho Lambrusco, é a única cidade da Itália que integra a lista das cidades gastronômicas criativas da UNESCO.
O que você não pode deixar de experimentar em Parma: o queijo parmigiano, o presunto de Parma, as massas frescas (cappelletti, anolini, tortelli), os cogumelos de Borgotaro, as trufas de Fragno, o salame de Felino, a copa de Parma, a torta frita e a carne de cavalo.
A torta frita é igual ao nosso pastel, mas não tem recheio. A carne de cavalo é muito parecida com a carne bovina, só que é mais magra. Ambos são deliciosos.
O que comer em Parma Comidas típicas de Parma ItáliaAinda sem hotel? Faça a sua reserva para Parma, para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui. Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.



Booking.com

Artigos relacionados:

2 Comentários

  1. Margareth disse:

    Olá . Estarei na Itália após 3* semana de janeiro [a trabalho] e passarei por Parma de carro [Florença – Milão] num domingo. Sabe dizer se o comercio fica aberto [até que horas]. Quero comprar queijo e o Presunto, além de dar uma rápida passada pelo centro da cidade. Infelizmente só tenho os fins de semana. Obrigada

    • Simone Betoni disse:

      Olá Margareth, eu não sei exatamente qual o horário do comércio em Parma, mas acredito que até às 19:00 horas, você encontrará muita coisa aberta.
      Abraço e boa viagem,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *