O que fazer em Genebra

by · 19/04/2017

Com tradição humanitária e atmosfera cosmopolita, a sede da ONU, da Cruz Vermelha e da OMS é conhecida como a capital da paz, devido a diversos tratados que foram lá assinados em prol da paz mundial.

Com pouco mais de 180.000 habitantes, em grande parte estrangeiros (45%), a língua oficial de Genebra é o francês.
Como ir de Milão a Genebra: de Milão a Genebra de carro são, aproximadamente, 320 quilômetros e € 68 de pedágio (ida).

O pedágio até a saída da Itália custa em torno de € 24. O custo para atravessar o túnel Monte Branco é de € 44 por trajeto. Comprando a ida e a volta juntos, custa € 55 os dois trajetos. Você receberá um cartão confirmando o pagamento, que é válido para o retorno no prazo de uma semana.

As passagens de trem custam entre € 19 e € 135 (ida) e o percurso dura em torno de quatro horas.
O que fazer em Genebra: o cartão postal da cidade é o Jet d’eau, um jato de água através do qual são jorrados 500 litros de água por segundo a uma altitude de 140 metros. A vista do lago é linda, é muito gostoso caminhar por ali.

O famoso relógio de flores (Horloge Fleurie) fica na entrada do jardim inglês (Jardin Anglais), em frente ao lago.

O Horloge Fleurie foi criado em 1955 e as plantas que compõem o relógio são trocadas a cada estação do ano.

Para fazer compras, a dica é a rue du Rhône, onde estão concentrados os grandes nomes da moda e as lojas de joias e relógios.

Caminhando em direção à Cidade Velha (Vieille-Ville), os destaques são a catedral de São Pedro, os canhões do antigo arsenal de Genebra (Ancien Arsenal) e os afrescos de Alexandre Cingria, que representam alguns dos momentos históricos da cidade.

A catedral de São Pedro (Saint-Pierre) começou a ser construída em 1160 e levou quase um século para ser finalizada. Após diversas restaurações e reconstruções, combina o estilo românico, gótico e neoclássico.

A 600 metros da catedral, fica o Parc des Bastions, onde está localizada a Universidade de Genebra e o famoso Muro dos Reformadores (Mur des Réformateurs) com as estátuas dos protetores da Reforma.

Do Parc des Bastions ao museu Patek Philippe é um pulo, para os fãs de relógios é parada obrigatória.

A praça mais antiga da cidade é a Place de Bourg-du-Four, que também fica pertinho da catedral de São Pedro. As ruazinhas da Vieille-Ville são extremamente charmosas, onde não faltam opções de bares e restaurantes.

A sede da ONU fica mais afastada da cidade velha. É lá que você irá encontrar a famosa cadeira quebrada (Broken Chair) de Daniel Berset.
O que comer em Genebra: queijos, chocolate, fondue de queijo e raclette (queijo derretido servido com batatas cozidas com casca e picles).
Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.



Booking.com

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *