O Duomo de Milão

by · 08/09/2014

Primeiro vamos esclarecer uma coisa: o que é duomo?

A primeira cidade que eu conheci na Itália foi Milão e o primeiro monumento que me apresentaram foi o Duomo.
No entanto, depois eu estive em Florença, em Roma, em Veneza, em Nápoles, em Verona e ouvi, em todas elas, a palavra duomo.
Peraí, o duomo não está em Milão?

Sim, em Milão e em todas as cidades da Itália. Como assim? Duomo significa catedral, ou seja, a igreja principal de um bispado ou arcebispado.
Ir a Roma e não ver o papa é o mesmo que vir a Milão e não ver o Duomo.
A saída do metrô fica em frente à catedral. Subir as escadas com a vista do Duomo é de tirar o fôlego. Esqueça todas as fotos que você já viu, esqueça todas as igrejas que você já visitou, o Duomo de Milão é simplesmente fascinante.

Catedral de MilãoUm pouco de história: o Duomo é a sede da arquidiocese de Milão e está localizado na praça central da cidade. É a quarta maior igreja da Europa com uma superfície interna de 11.700 metros quadrados.

A igreja, dedicada a Santa Maria Nascente, começou a ser construída em 1386 e só foi finalizada no noséculo XIX, ou seja, levou mais de 400 anos para ser concluída.

A história da construção do edifício pode ser resumida em 7 fases:

Nascimento do Duomo (1386-1387) – o arcebispo Antonio da Saluzzo projeta uma nova catedral, dedicada a Santa Maria Nascente, no lugar da Santa Maria Maggiore.

Fase Viscontea (1387-1447) – Gian Galeazzo Visconti funda a Veneranda Fabbrica del Duomo, com o objetivo de dar continuidade ao projeto inicial, aos trabalhos de construção e de conservação da catedral, e opta pelo mármore de Candoglia para a edificação do monumento.

Fase Sforzesca (1450-1520) – as naves do edifício são prolongadas até a terceira (e última) arcada, os vitrais mais bonitos e a elegante estátua de Amadeo são feitos nessa época.

Fase Borromaica (1560-1650) – os arcebispos Carlo e Federico Borromeo introduzem influências da Reforma Católica na catedral: os quadros de San Carlo e o coro em madeira.

Sei-Settecento (1650-1800) – as torres da igreja ficam prontas e a Madonnina é colocada na agulha mais alta.

Ottocento (1800-1900) – a fachada e a ornamentação são concluídos. Muitos vitrais são dessa época.

Do século XX aos dias de hoje – é o período das grandes restaurações, das primeiras escavações arqueológicas na praça do Duomo.

No pontinho vermelho em cima do altar, encontra-se o prego santo.

No pontinho vermelho em cima do altar, encontra-se o prego santo.

O que ver no Duomo?

Além do edifício majestoso com inúmeras belas esculturas, em cima da torre mais alta da catedral, encontra-se a famosa Madoninna, uma estátua dourada (de cobre), que representa a Madonna Assunta e é o símbolo da cidade.

Os batistérios de S. Giovanni alle Fonti e de Santo Stefano, o museu do Duomo e as inúmeras obras de arte como a tumba de Gian Giacomo Medici de Leone Leoni (1563); o banco em nogueira reservado aos bispos (1572-1620); o santo chiodo (prego santo) da cruz de Jesus, conservado num tabernáculo em cima do altar; os vitrais históricos dos séculos XV e XVI; o candelabro Trivulzio, obra em bronze predominantemente gótica; a Meridiana e a cripta de San Carlo di Richini (1606) com o caixão que conserva o corpo de Carlo Borromeo.

Museu Duomo di Milano

Museu Duomo di Milano

Horário de visita: diariamente das 8:00 h. às 19:00 horas.
A entrada na catedral e no museu do duomo custa € 3.

Sugestão: Se quiser desfrutar de uma vista deslumbrante da cidade, visite o terraço (le terrazze) do Duomo.
terraço do Duomo com vista para diversos pontos turísticos de MilãoO terraço, com vista para a praça do Duomo, para a cúpula da galeria Vittorio Emanuele, para os arranha-céus de Porta Nuova, tem uma superfície de 8.000 metros quadrados, feita com mármore de Condoglia.
Para ir de elevador paga-se € 13 por pessoa, mas se você quiser trabalhar os membros inferiores, pés à obra! São 201 degraus para alcançar o terraço.
Que vantagem Maria leva? Além de fazer uma atividade física, afora levantar garfo e copo, paga-se menos, € 9.
Se você quiser vistar o Museu, o Battistero  e o Terraço do Duomo, a melhor opção é o bilhete cumulativo (biglietto cumulativo), que custa € 12 para quem vai de escada para o terraço e € 16 para os que vão de elevador.

Assistir ao pôr-do-sol no terraço do Duomo

Horário de visita: diariamente das 9:00 h. às 19:00 horas.
*O horário pode mudar em função das condições meteorológicas.
Endereço: Piazza del Duomo.
Metrô: linhas vermelha e amarela, estação Duomo.

Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.



Booking.com

Artigos relacionados:

48 Comentários

  1. Lucienes disse:

    Bom dia vou a milao princípio de Dezembro quero pegar aqueles ônibus q anda pela cidade tenho q comprar antes e p a Duomo também ou posso comprar lá mesmo ? É o mesmo preço?

    • Simone Betoni disse:

      Bom dia Lucienes,
      você pode comprar a passagem do ônibus quando chegar no aeroporto, é o mesmo preço.
      O bilhete do duomo é melhor comprar com antecedência para não ter que enfrentar fila 😉

  2. Camilo disse:

    Muito legal o Post!
    Sei que ja respondeu algumas vezes sobre comprar ingrassos com antecedencia ou nao, porem nao achei nenhuma pergunta em relacao a Dezembro. Compro antes os ingressos para Dezembro?

  3. toni lima disse:

    Boa Noite Sinone,

    Eu e minha esposa iremos no dia 16 de outubro, ficaremos uns cinco dias em Milão antes de ir para Florença, quais lugares e cidades vc recomenda para que possamos fazer um bate e volta. Muito obrigado.

  4. Ana disse:

    Olá sobre não conseguir comprar ingresso p Santa ceia… você me falar algum site confiável que não seja o oficial( já acabaram os bilhetes)

  5. Maristela disse:

    Olá Simone!
    Gostaria de tirar uma dúvida contigo, Estarei com minha família em Milão em julho, no calor. Homens podem entrar no Dumo com bermudas um pouco acima do joelho e camiseta?

  6. gizelle villar disse:

    Olá, como faço para usufluir do primeiro domingo do mes sendo gratuito e o que estaria incluso? como fazer?

  7. Marcia Boechat disse:

    Irei em Junho. Como é a temperatura lá e que tipo de roupa devo levar/? Alguma dica?

  8. Boa noite Simone, muito boa as suas informações. Irei na segunda quinzena de maio deste ano, poderia me dizer se é aconselhável comprar os ingressos ou compro lá. Se for o caso Qual o site para comprar.

  9. LIVIA disse:

    Olá Simone,
    vou para Milão em Abril/2017 na véspera do domingo de Pascoa. Pelo que vi, os ingressos para o Duomo não são com data e horário marcados, certo? Sendo assim, vale a pena comprar pela internet?

  10. LEIDIANE disse:

    Olá! Como faço pra ir da estação central de trens para o Duomo? abs.

  11. Eduardo disse:

    Oi Alessandra
    Irei para Milão em Outubro, você acha que posso deixar pra comprar os ingressos na hora e subir nos telhados?

  12. Maria disse:

    Muito bom, adorei!

  13. Paula disse:

    Boa noite. Irei à Milão em agosto. É necessário comprar os ingressos com antecedência ou posso comprar direto lá? Obrigada pelas dicas!

  14. Alessandra disse:

    Muito legal suas informações, com certeza irei lá. Saberia me dizer qual a média de tempo para visitar a Catedral toda?

  1. 01/01/2015

    […] feito pela minha tia, que chegou a Milão em abril: vamos ver os fogos de artifício na praça do Duomo no réveillon? Resposta coletiva: não! A noite do dia 31 de dezembro não é a melhor noite para […]

  2. 03/02/2015

    […] acompanhar a missa. Se você não conseguir acompanhar a missa, não tem problema nenhum, o duomo de Milão é lindíssimo. O duomo levou mais de 500 anos para ser construído. É a quarta maior […]

  3. 21/03/2015

    […] se paga nada e o que não falta em Milão é igreja bonita, começando pela imponente catedral (Duomo), que é o cartão postal da cidade, passando pelos tesouros escondidos atrás das sóbrias […]

  4. 02/06/2015

    […] ao pôr-do-sol no terraço do Duomo A catedral de Milão é, sem dúvida nenhuma, o principal monumento da cidade. No entanto, o que muita gente não sabe, […]

  5. 12/06/2015

    […] terraço Aperol fica ao lado da galeria Vittorio Emanuele e da catedral de Milão. Caminhar pela galeria já é pra lá de romântico e fazer um aperitivo sob a luz das estrelas com […]

  6. 13/06/2015

    […] é uma cidade rica em museus e alguns deles são gratuitos. Na praça do Duomo você encontrará o museu do Duomo, o museu del Novecento, o palácio real, o museu do teatro alla […]

  7. 14/06/2015

    […] pequeno senão é que, embora não fique longe do centro (aproximadamente três quilômetros do Duomo), a única atração turística da zona é a fundação Prada, no entanto, o bar Luce, faz o desvio […]

  8. 22/06/2015

    […] para os amantes da gastronomia, especializado em trufas, caviar e foie gras, a poucos metros do Duomo. Não deixe de conferir: a seção de doces, café e chás – são mais de 60 tipos de café e de […]

  9. 24/06/2015

    […] Milão, tudo gira ao redor do Duomo, que é o cartão postal e o principal ponto turístico da cidade. Ao lado da imponente catedral, […]

  10. 28/06/2015

    […] loja refinada de comida, bebida e especiarias. Na dúvida, coloquei os dois. Na praça do Duomo, são três as opções de lojas gourmet: o supermercado da Rinascente, o da Excelsior e o do […]

  11. 30/07/2015

    […] falo russo, nem alemão… A maior livraria de Milão é a Feltrinelli, que fica na praça do Duomo, a variedade de livros, cds e dvds da Feltrinelli é incrível. Para quem é do ramo, dá para […]

  12. 31/07/2015

    […] esteja localizada no centro histórico, a poucos metros do Duomo, a basílica de San Carlo al Corso foi uma das últimas que eu visitei quando cheguei a Milão. […]

  13. 07/08/2015

    […] torre Branca atinge 99 metros em cerca de 90 segundos. O terraço com vista para os Alpes, para o Duomo, para o castelo Sforzesco, para a porta Garibaldi e outros monumentos de Milão, proporciona uma […]

  14. 16/08/2015

    […] dúvida nenhuma, o monumento mais imponente de Milão é o Duomo. Não tem como ficar indiferente diante da majestosa catedral. A San Maurizio é diferente, mas […]

  15. 19/08/2017

    […] e sublime. Começou a ser construído em 1386 e levou quase cinco séculos para ser finalizado. A catedral é imensa, tem 157 metros de comprimento e 109 metros de largura. É a sexta maior igreja Cristiana […]

  16. 19/08/2017

    […] uma superfície interna de 11.700 metros quadrados, o duomo de Milão é a quarta maior igreja da Europa e, sem dúvida nenhuma, a mais bonita da Itália. 2. A galeria […]

  17. 17/10/2017

    […] O Duomo de Milão […]

  18. 19/10/2017

    […] O Duomo de Milão […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *