Milão Secreta: Pietà Rondanini, a obra inacabada de Michelangelo

by · 25/09/2014

A Pietà Rondanini foi o último trabalho de Michelangelo, um dos mais emocionantes realizados pelo escultor, na época octogenário, que seria colocado na sua sepultura.
A obra, como vemos hoje, é a reelaboração de uma ideia que começou em 1552: o contorno das pernas de Jesus, o braço direito afastado do corpo e o esboço de um rosto de uma outra pessoa. Em 1555, Michelangelo modificou radicalmente o projeto: as figuras assumiram uma forma alongada unindo-se de forma comovente.
A primeira menção à obra foi feita por um aluno de Michelangelo no ano de 1564, ano da morte do artista, em duas cartas, uma endereçada a Giorgio Vasari e a outra, a Leonardo Buonarroti: iniciada com um Cristo e uma outra figura por cima, juntas, grudadas, esboçadas e não acabadas.
Na escultura, Michelangelo renuncia à perfeição do corpo e à beleza heróica, transformando Cristo morto num emblema de sofrimento. A posição dos corpos de Maria e Jesus em alturas diferentes parece sugerir o entrelaçamento de diversos acontecimentos da vida de Cristo: a deposição da cruz, o sepultamento e a ressurreição, dissipados num abraço maternal. A Pietà, meditação sobre a morte e salvação da alma, é testemunho dos últimos anos do gênio renascentista.
A Pietà Rondanini de MichelangeloComo a obra não foi finalizada, ainda é possível ver os outros esboços feitos por Michelangelo no mármore: um braço esquerdo de Jesus e um perfil com um olho, uma sobrancelha e o começo de um nariz no lado direito do véu de Maria.
A pietá Rondanini de Michelangelo A obra inacabada em Milão

Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.


Booking.com

Artigos relacionados:

5 Comentários

  1. 17/11/2014

    […] de Milão, além do edifício monumental, abriga importantes museus. Não deixe de conferir a Pietà Rondanini de Michelangelo no museu de Arte […]

  2. 03/02/2015

    […] um importante centro cultural. Entre os diversos museus, destaca-se a obra-prima de Michelangelo, a Pietà Rondanini, no museu de Arte Antiga. Horário de funcionamento: de terça a domingo das 9:00 h. às 17:30 […]

  3. 05/02/2015

    […] Arte Antiga do Castelo Sforzesco o destaque fica por conta do último trabalho de Michelangelo, a Pietà Rondanini. O arco da paz está na entrada do parque Sempione e a torre branca, dentro do […]

  4. 18/02/2015

    […] Antonio Pellegrini. No Castelo Sforzesco, um dos símbolos arquitetônicos da cidade, encontra-se a Pietà Rondanini, último trabalho de Michelangelo, um dos mais emocionantes realizados pelo escultor, na época […]

  5. 20/02/2015

    […] Antonio Pellegrini. No Castelo Sforzesco, um dos símbolos arquitetônicos da cidade, encontra-se a Pietà Rondanini, último trabalho de Michelangelo, um dos mais emocionantes realizados pelo escultor, na época […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *