Milão secreta: arquitetura em Milão

by · 18/06/2014

Eu estava jantando na casa da cunhada, quando vi na estante da sala um livro com o seguinte título: 101 coisas para fazer em Milão ao menos uma vez na vida. Fiquei curiosa, pedi o livro emprestado e, assim que cheguei a casa, fui conferir o conteúdo.
A maior parte dos passeios, eu já havia feito, sob outra perspectiva, ou seja, não com a visão romântica e nostálgica da autora, que escreveu o livro quando estava morando em Roma, mas uma coisa chamou a minha atenção: as casas dos Smurfs.
Como o livro só tem desenhos, recorri ao Google e encontrei essa foto:

A casa dos Smurfs

A casa dos Smurfs

Não há muitas informações disponíveis sobre o tema, mas vamos lá.

Um pouco de história: o bairro dos jornalistas foi fundado no começo do século XX, mais precisamente em maio de 1911, quando o advogado Mario Cerati escreveu um artigo sobre moradias no qual sustentava que muita coisa havia sido feita em prol da classe operária e que nada havia sido feito a favor da classe média.
O artigo foi tão bem recebido por advogados, escritores, empresários, artistas, publicitários e jornalistas que, junto com Mario Cerati, eles constituíram uma cooperativa com o objetivo de comprar terrenos para construir casas para os sócios, nascendo, assim, o Villaggio dei Giornalisti.
A ideia das casas em formato de cogumelo foi importada dos Estados Unidos pelo engenheiro italiano Mario Cavallè.

Hoje: as casas não têm mais a forma de um cogumelo, foram convertidas em iglus nos anos sessenta. A maioria, leia-se 7, parece ser habitada, uma delas está abandonada.

casa dei puffi Milão-1 Arquitetura em Milão Turismo em Milão Iglus em Milão

Curiosidades: duas coisas que despertaram a minha curiosidade no passeio: a parte interna dessas casas e dois turistas franceses (com mapa) de bicicleta por ali.
O interior dos cogumelos: no projeto original, as casas dispunham de 45 metros quadrados divididos em 2 andares. Os móveis? Não faço a mínima ideia.
O porquê dos turistas franceses: o bairro dos jornalistas não faz parte do circuito turístico de Milão, é longe de tudo, quem vai para aquela região vai só para visitar essas casinhas, ou o MIC, ou o Hangar Bicocca, ou o Shopping Bicocca Village. De onde eles tiraram essa informação? Devia ter perguntado.

Endereço: Via Lepanto, 10, 11 e 13.
Metrô: linha roxa, estação Bicocca.
Zona 9: Bicocca

Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.


Booking.com

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *