Milão e arredores: roteiro de 1 dia em Bérgamo

by · 26/12/2014

Bérgamo é uma cidade rica em arte e história, mas não só isso.
Além dos museus, dos monumentos, das obras de arte e da arquitetura, a cidade é conectada por românticas vielas e escadarias que dão acesso a belas praças e a restaurantes charmosos.
A cidade está divida em duas partes: uma mais moderna, mais residencial, que é o centro financeiro, administrativo e industrial, a cidade Baixa e outra mais antiga, construída nas colinas e circundada por uma muralha de quase 500 anos, a cidade Alta.
A cidade Alta é separada, fisicamente e simbolicamente, da cidade Baixa por muralhas, construídas para defender a cidade pela Sereníssima República de Veneza na segunda metade do século XVI.

Vista da Rocca

Vista da Rocca

9:00 horas – Estação de trem na Cidade Baixa

O passeio começa na estação de trem, que fica a poucos metros do centro da cidade Baixa.
Para facilitar, sugiro que você retire um mapa no posto de informações turísticas no Urban Center na rua Papa Giovanni XXIII.
Seguindo pela arborizada rua Papa Giovanni, o destino é a igreja Santo Spirito, que fica na via Pignolo, rua histórica que começa na cidade Baixa e vai até a cidade Alta.
Na igreja Santo Spirito, encontram-se três obras-primas de Lorenzo Lotto: Madonna in trono e Santi, Madonna con bambino, Santa Caterina d’Alessandria, Sant’Agostino, San Sebastiano e Sant’Antonio Abate e Madonna col Bambino seduta in trono, circondata da Santi.

Fachada da igreja Santo Spirito

Fachada da igreja Santo Spirito

10:00 horas – Via Torquato Tasso

Via Torquato Tasso

Via Torquato Tasso

É a rua elegante da cidade Baixa pela qual você fará uma caminhada desde a praça Santo Spirito até o centro da cidade. O percurso, além das lojas, inclui belos edifícios como a antiga sede da prefeitura e o palácio da província, ambos construídos no século XIX, e a igreja de San Bartolomeo, que abriga a Pala Martinengo de Lorenzo Lotto.

Igreja de San Bartolomeo

Igreja de San Bartolomeo

10:30 minutos – Via Sentierone

A via Sentierone é uma das ruas mais famosas de Bérgamo. Seu nome deriva da palavra sentiero, que significa caminho estreito, e conectava a aldeia de Pignolo à vila de San Leonardo.
É a rua clássica do passeio dos habitantes de Bérgamo e é onde está localizado o belo teatro Donizetti.

Teatro Donizetti

Teatro Donizetti

A menos de 300 metros da via Sentierone, encontram-se as antigas portas da cidade (Porta Nuova) e a torre em homenagem aos mortos pela pátria (torre dei caduti) no primeiro conflito mundial, projetada por Marcello Piacentini e inaugurada no dia 27 de outubro de 1924.

Porta Nuova e Torre dei Caduti

Porta Nuova e Torre dei Caduti

11:00 horas – Via Venti Settembre: compras

Via Venti Settembre

Via Venti Settembre

Depois das colunas da via Sentierone, começa a via Venti Settembre, a tradicional rua das compras, que termina na famosa praça Pontida, à esquerda da via Sant’Alessandro, conhecida pelo movimentado comércio.
No número 51 da via Sant’Alessandro, uma pequena joia arquitetônica do século XVI: a igreja do mosteiro de San Benedetto. E a poucos metros do mosteiro, o charmoso beco delle Torri.
A via Botta é paralela ao beco delle Torri, depois de percorrer alguns metros pela via Botta, chegamos à rua Vittorio Emanuele II, onde está localizada a estação do funicular.

Viale Vittorio Emanuele II

Viale Vittorio Emanuele II

12:00 horas – Praça Mercato delle Scarpe e Almoço

Para chegar à cidade Alta, você pode ir de funicular ou subir uma escadaria que fica ao lado do funicular. Eu, particularmente, adoro fazer o trajeto caminhando, a vista da cidade é linda, sempre deixo o funicular para a volta.

A caminho da cidade Alta

A caminho da cidade Alta

Seguindo em direção à praça Mercato delle Scarpe, porta de entrada da cidade Alta, você passará pelas famosas muralhas de Bérgamo.

As muralhas de Bérgamo

As muralhas de Bérgamo

A caminho da Via Gombito, os destaques são a torre (gigante) Gombito, construída no século XII, e um bolinho em formato de polenta, que está na vitrine de todas as lojas de doce.
Esse é o doce típico de Bérgamo que, embora tenha cor de polenta e formato de polenta, não é uma polenta. É um pão de ló, regado com licor de laranja, recheado com pasta de amêndoas e com um passarinho feito de chocolate em cima, que se chama polenta e osei.

Polenta e osei

Polenta e osei

Hora de fazer uma pausa para o almoço. Os pratos mais típicos de Bérgamo são a sopa com arroz, verdura e trigo (minestra di riso e farro); a polenta de milho e a polenta taragna, feita com farinha de trigo sarraceno, manteiga e queijo; massa recheada com pão, queijo e carne (casoncelli) e massa fresca com molho de carne e tomate (foiade).

Polenta taragna com cogumelos e casoncelli

Polenta taragna com cogumelos e casoncelli

14:00 horas – Praça Vecchia e praça Duomo

Praça Vecchia: Biblioteca Angelo Mai, chafariz Contarini e a torre Gombito à direita

Praça Vecchia: Biblioteca Angelo Mai, chafariz Contarini e a torre Gombito à direita

A praça Vecchia fica próxima à via Gombito e à praça Duomo.
Na praça Vecchia encontram-se o chafariz Contarini (fontana Contarini), o prédio da biblioteca cívica (Biblioteca Angelo Mai), o palácio da razão (Palazzo della Ragione), o palácio da corregedoria e a torre cívica (Campanone).
>>> Reserve o seu hotel em Bergamo aqui.

Palácio da razão e o chafariz Contarini

Palácio da razão e o chafariz Contarini

Na praça Duomo, a capela Colleoni, obra-prima do Renascimento lombardo, deixa qualquer um de queixo caído. Ao redor da capela estão a basílica de Santa Maria Maggiore, o batistério e a catedral (Duomo) de Bérgamo.

Basílica de Santa Maria Maggiore e Capela Colleoni

Basílica de Santa Maria Maggiore e Capela Colleoni

15:00 horas – Castelo de San Vigilio

Da praça Vecchia, seguindo pela via Colleoni, você passará pelo Teatro Sociale, pela praça Mascheroni com a torre da Campanella e pela Cittadella com os museus cívicos arqueológicos e de ciências naturais.
No largo di Porta di Sant’Alessandro, você encontrará o funicular com destino ao castelo.

A caminho do castelo de San Vigilio

A caminho do castelo de San Vigilio

O castelo de San Vigilio também já foi fortaleza e o início da sua construção remonta ao século VI.
Localizado numa altitude de aproximadamente 500 metros, proporciona uma esplêndida vista da cidade.

Castelo de San Vigilio

Castelo de San Vigilio

A entrada no castelo é gratuita, no entanto, é bom ficar atento ao horário de funcionamento: das 10:00 h. às 16:00 h. de novembro a fevereiro, das 10:00 h. às 18:00 h. em março e outubro e das 9:00 h. às 20:00 h. de abril a setembro.

16:30 minutos – Museus históricos
Os museus históricos ficam na praça Mercato del fieno e funcionam de terça a domingo das 9:30 minutos às 13:00 horas e das 14:30 minutos às 18:00 horas (outubro a maio) e de terça a sexta-feira das 9:30 minutos às 13:00 horas e das 14:30 minutos às 18:00 horas e aos sábados e domingos das 9:30 minutos às 13:00 horas e das 14:30 minutos às 19:00 horas (junho a setembro).
Um outro museu histórico, especializado no Ressurgimento, encontra-se na Rocca (1331), antiga fortaleza de Bérgamo, que proporciona uma bela vista panorâmica da cidade.

A Rocca

A Rocca

O parque da Rocca funciona das 9:00 h. às 20:00 h. de abril a setembro, das 10:00 h. às 18:00 h. em outubro e março e das 10:00 h. às 17:30 minutos de novembro a fevereiro. A entrada no parque é gratuita, para visitar o museu, paga-se 3 euros. Os museus funcionam das 9:30 min. às 13:00 h. e das 14:00 h. às 17:30 minutos.

Ainda sem hotel? Faça a sua reserva para Bérgamo, para Milão ou qualquer outra cidade do mundo por aqui.
Se você fizer a reserva utilizando a caixa do Booking abaixo, nós ganhamos uma comissão, assim, além de você conseguir um hotel bacana, pagando menos, ainda dá uma força para recompensar o trabalho do blog sem pagar nada a mais por isso, aliás, quem reserva pelo Booking recebe desconto em cima do preço normal do hotel. Quanto antes você fizer a sua reserva, mais baixos serão os preços.



Booking.com

Artigos relacionados:

26 Comentários

  1. Joao disse:

    Bom dia , vou estar 5 dias em Milão e queria saber uma cidade proxima de Milão para ir visitar ! O que aconselha ?

  2. Anabela disse:

    Olá boa tarde estamos a pensar ir a Bérgamo de 6 a 8 de Outubro somos um grupo de pais que vai acompanhar o coro de Bragança e gostaria de saber me pode indicar hotéis ou apartotel bastante acessível
    Obrigada

  3. Mila disse:

    Simone, estou adorando o site! Muitas dicas úteis para a minha viagem.
    Estarei em Milão entre os dias 10 e 19 de outubro. Pretendo ir a Bergamo, mas me sobram apenas o domingo e a segunda feira. pelo que eu entendi, na segunda feira muita coisa fecha. Domingo seria melhor? O castelo de San Vigilio é aberto para visitação aos domingos e segundas feiras?

    Só mais uma dúvida: você falou que prefere subir da cidade baixa até a cidade alta a pé, em razão da vista. A caminhada é muito longa? A subida é muito íngreme?

    Obrigada!

  4. Fernanda disse:

    Olá , sobre o Orio Center… compensa fazer compras lá? Consegue-se achar coisas com bom preço?

  5. Carolina Sertori disse:

    Olá Simone,
    Estou hospedada em Milão com minhas filhas (2 e 4 anos) e marido (a trabalho).
    Me programei p ir com as meninas para Bergamo amanhã.
    Vc recomenda esse passeio com crianças e, estando de carro?
    Outra coisa, vi q vc cita o funicular como acesso à Cidade Alta, é possível fazer esse trajeto de automóvel????
    Aguardo.

    Obrigada….

    Abs

  6. Jamile disse:

    Simone um super beijo e mais uma vez obrigada e parabéns pelo site e por ser assim tao simpática e sempre pronta para nos ajudar .

    Muitas felicidades.

  7. Jamile disse:

    Obrigada, Simone.

    Vou para Bergamo e Brescia. Em Brescia vi que vc disse que e fácil chegar aos pontos turísticos, e em Bergamo e fácil também ? Muito obrigada

    • Simone Betoni disse:

      De nada, Jamile,
      sim, em Bérgamo também é bem fácil chegar aos principais pontos turísticos.
      E tem o funicular que liga a cidade Baixa à cidade Alta.
      Abraço,

  8. Jamile disse:

    Oiii Simone !! Obrigada !

    Então eu ja conheco veneza, florenca, Roma, verona, capri,pompeia, pisa….

    Estou voltando para Italia para conhecer as cidades que nao conheci em 2014. Uma delas foi Milão.. ai pensei em conhecer alguma outra cidade na redondeza ou próxima.

    Pensei em ir a Bergamo….. mas to super em duvida qual outra cidade conhecer…. se puder me dar uma dica…. o que acha de Bergamo…… como te falei tenho 2 dias livres para conhecer 2 cidades próximas de milao ( lago como ja esta sendo considerado no nosso roteiro)

    obrigada pela atençao
    Jamile

  9. Jamile disse:

    Bom dia !!

    Simone muito obrigada pelas dicas e ajuda ! Você tem me ajudado muito a montar o nosso roteiro de viajem para Milão.

    Simone, alem do lago como (que vamos visitar)vamos ter 2 dias onde vamos poder visitar alguma cidade próxima de Milão. Gostaria de saber, por favor, qual você recomendaria (vi no seu site varias sugestões mas ao sei qual escolher e por isso queria a sua opinião)

    Para visitar estas duas cidades estou deixando o dia 30/12 e dia 01/01/16. Sei que dia 01/01 ‘e feriado e muitos lugares estão fechados,mas você acredita que e possível visitar algum lugar bacana dentro da sugestão que te pedi..qual cidade você recomendaria para este dia.

    Ah…. depois da sua dica para entrar no site da santa ceia todos os dias…. consegui comprar o ingreco… ueba !! Obrigada pela dica !!

    Muito obrigada !
    Jamile

  1. 30/12/2014

    […] Bérgamo, reserve 1 horinha para conhecer Crespi d’Adda, vale a pena. E não deixe de conferir o roteiro de 1 dia em Bérgamo e as dicas de turismo na Itália: de Milão a […]

  2. 30/12/2014

    […] O que fazer em Bérgamo – Cidade Baixa Os principais pontos turísticos da Cidade Baixa são a Torre dei Caduti (homenagem aos mortos na Segunda Guerra Mundial), as portas e os edifícios neoclássicos da Porta Nuova; a rua XX de setembro, que é a rua principal de compras da Cidade Baixa; a Accademia Carrara, com quase 2.000 obras italianas e europeias; a Galeria de Arte Moderna; a igreja Santa Maria delle Grazie; o Teatro Donizetti, dedicado ao grande compositor Domenico Gaetano Maria Donizetti; as igrejas de San Bartolomeo e de Santo Spirito, que abrigam obras de Lorenzo Lotto e o Palácio della Provincia com suas inúmeras esculturas de Giacomo Manzù. Visitas feitas, fotos tiradas, é hora de pegar o funicular para a Cidade Alta, que sai da rua Vittorio Emanuelle II (€2,50 ida e volta). […]

  3. 27/08/2015

    […] Roteiro de 1 dia em Bérgamo […]

  4. 07/12/2015

    […] Milão e arredores: roteiro de 1 dia em Bérgamo – O Guia de Milão […]

  5. 04/06/2016

    […] Milão e arredores: roteiro de 1 dia em Bérgamo – O Guia de Milão […]

  6. 20/06/2017

    […] ao museu Santa Giulia e à pinacoteca Tosio Martinengo. Se você tem planos de conhecer Bréscia, Bérgamo e Verona, alugue um carro. De Milão a Bérgamo, são 50 quilômetros, de Bérgamo a Bréscia, mais […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *